A primeira coisa que se deve fazer quando se divulga um negócio é saber para quem estamos falando, algo muito simples, apenas um levantamento do seu público para então saber quem são os clientes em potencial. Somente assim você poderá pensar em escrever e para quem vai falar para atingir diretamente os seus consumidores.

Tendo o seu universo desenhado, chegou a hora de pensar em quais mídias investir. As verbas de publicidade atualmente são destinadas a diversas opções: TV, Rádio, Jornais, Revistas, Impressos, Mobiliário Urbano, Ações de Divulgação e Internet, que é o que vamos tratar aqui. Pois é com o marketing direto que você faz mais com menos e atinge públicos específicos com interesses bem definidos.

É preciso definir qual o público da sua ação, com ações de marketing podemos atingir um público pontual, facilmente calculado. Porém, devemos entender que as ações institucionais nos levam a resultados de longo prazo, obtidos ao longo do tempo e, consequentemente, mais difíceis de serem mensurados.

Os hábitos de consumo do seu público devem direcioná-lo para elaboração da sua campanha e como irá executá-la depende muito desses fatores. Por isso durante o seu levantamento, realizado lá no início de tudo, deverá responder algumas perguntas básicas como: O que leem? O que fazem nas horas de lazer? Se compram e o que compram pela internet? Quais páginas curtem? Essas perguntas ajudam a encontrar mais facilmente os seus clientes e ainda a descobrir o que eles consomem.

Quanto ao investimento, não há uma fórmula exata para calcular o percentual que deve ser dedicado à publicidade. O que existe, quando o seu público está muito bem definido, é um melhor direcionamento dos seus recursos para atingir o seu consumidor de uma maneira mais direta possível, com o menor custo possível. Gastar muito dinheiro em propaganda não garante o sucesso de um negócio.

Existe uma passagem no Livro “Alice no País das Maravilhas” que ilustra muito bem o que acontece com a forma como se investe em publicidade atualmente. Nela, Alice pergunta ao gato: “Onde fica a saída?”, e o gato responde ”Depende”, Alice insiste ao questionar dizendo: ”De quê?”, sorrateiramente o gato finaliza: ”Depende de para onde você quer ir…”

De quê ajuda você conseguir “falar” com o maior número possível de pessoas se elas não estiverem dispostas a consumir os seus produtos e serviços? Você não pode desperdiçar seus recursos (tempo e dinheiro) tentando se comunicar com todas as pessoas ao mesmo tempo, precisa apenas saber onde fica a saída.

Comentários

Comentários