A singeleza da mulher, da primavera, estação das flores, borboletas e belos sons… Essa sútil composição traduz bem o dueto MPB pop Tons de Primavera, formado por Julie Caroll (cantora e violonista) e Susi (cantora e pianista). Com uma composição bem atípica tendo duas mulheres nos vocais dentro do estilo MPB,  as meninas da capital baiana esbanjam talento e musicalidade impecável. No ‘forno’, o primeiro EP ‘Em Outro Olhar’ tem produção de Paulo Mutti e apresenta cinco canções autorais: ‘Sem Fronteiras’, ‘Em Outro Olhar’, ‘A Brisa’, ‘Teu Sol’ e ‘Crisálidas’. As músicas se distinguem por seu romantismo poético, com letras que falam sobre a natureza e o amor de forma singela. 

tons de primavera

Crisálidas é a música de trabalho e o primeiro videoclipe da Tons de Primavera, com lançamento em abril por meio das rádios Farol FM e Eva FM. A dupla pretende através dessa canção, mediante os dias atuais tão corridos, resgatar e transmitir ao público a magia do tempo. “Existe um tempo de espera não acelerem essa pérola, as borboletas nos ensinam em suas Crisálidas”, trecho da canção, composta por Julie Caroll. No clipe, a produção ficou por conta de Pablo Moreno, no Estúdio 12 por 8.

Julie e Susi trazem em seu repertório interpretações da MPB, do rock e do pop nacionais, entre elas ‘All Sta’r, ‘Pétala’ e ‘Na Sua Estante’, além das canções autorias que tocam a alma das pessoas trazendo o tom e o despertar da estação. O dueto teve início em maio de 2015, mas Susi e Julie já se dedicam à música há alguns anos e trazem essa vivência para a concepção do novo trabalho.
 

A dupla iniciou suas apresentações em julho de 2015, com um pocket show no Colégio Sartre COC Vilas e um show no Espaço Cultural Alagados. Nos meses seguintes participou do Sarau de Inverno no Cine Teatro Solar Boa Vista e integrou o IV Festival de Cultura e Arte de Camaçari. Depois o dueto voltou a se apresentar em Camaçari, no projeto Canto de Sexta do Teatro Alberto Martins, encerrando no Solar Boa Vista os shows de 2015, já em dezembro.

Na visão de Mutti, o álbum tem influências da música pop, da world music e relevante influência da MPB, o que ele caracteriza como um pop acústico. Para Julie, a autonomia é o destaque na produção desse EP, “foi um trabalho que houve participação nossa nos arranjos, nossa essência está bem presente em todas as canções”.

*Edição: Cadu Freitas/BnL

 

 

 

Comentários

Comentários