É justamente isso que você ouviu, porque essa frase é quase um grito para os surdos do mundo inteiro! Alô, machista, preste bem atenção no que eu vou te dizer: Sua mulher adora trepar tanto quanto você! Ou até mais! A explicação poderia ser bem resumida, mas como toda mulher eu gosto de apresentar os detalhes, os por quês, e vou começar isso agora e deixar de conversa fiada.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O título pode parecer agressivo, mas não é, porque trepar é um verbo comum e utilizado em todas as rodas de conversa do país inteiro. Clubes das Luluzinhas e dos Bolinhas, Clubes LGBTS, grupos de amigos diversos, entre casais, na escola, no trabalho, em TODOS os lugares! Então, não me venham com hipocrisia pedindo pra mudar o título, pois eu sou uma mulher e mulher não deveria falar assim e outros blablablás! ORA, ORA, que coisa feia! Bom, gostando ou não, essa foi a estratégia para que homens e mulheres voltassem os olhos para o recado que eu quero dar. E se você, homem, machista, chegou até aqui, eu já estou com um sorriso na orelha e satisfeitíssima porque o assunto é principalmente pra você.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Quero ajudar vocês a pensar em algo importante para a humanidade evoluir mais rapidamente e melhor! E também os relacionamentos! Mulheres adoram sexo tanto quanto os homens! Essa é a verdade nua e crua! E a verdade dói para alguns, mas todo mundo sabe que a necessidade de colocar o corpo em movimento na transa é mais que fisiológica, é inerente ao ser humano. E a mulher é um ser humano, ora vejam só!

Então, este artigo é quase para esclarecer que o desejo de ir para a cama, a vontade cabal de fazer sexo, de trepar, fazer amor, seja lá como você chame não é um privilégio reservado apenas ao gênero masculino! Isso é uma grande mentira! Desculpem decepcioná-los, coleguinhas, mas não é assim que funciona! Esse pensamento retrógrado é fruto de uma educação inteiramente patriarcal, opressora e machista. As mulheres desejam muito o sexo sim! Sempre!

Foto: Marina Aguiar

Foto: Marina Aguiar

O que muda é que a maioria das mulheres preza mais pela qualidade do sexo e os homens pela quantidade! O que pode fazer parecer que ela não é tão ligada no assunto quanto você, mas isso é uma mentira! REPITO: MULHER ADORA TREPAR, MINHA GENTE! E as mais descoladas darão sorrisos de satisfação agora ao verem a minha libertinagem! E as caras feias e os olhares reprovadores virão também, e eu os aceito e já os espero ansiosa! Ora, ora, vamos nos libertar!

Existe um discurso antigo que vem sendo reforçado cada dia mais pelas mulheres, e é um discurso agressivo, ofensivo para nós mesmas! É a aceitação da máxima “Todo homem é infiel e toda mulher será traída algum dia”. Ora, DEUS DO CÉU! Não suporto ouvir isso da boca de uma mulher contemporânea! Eu discuto, discordo, grito, mas só não aceito! Quando uma mulher acredita na máxima de que “Se É homem É infiel” e simplesmente aceita, eu fico em cólera porque simplesmente, pra mim, isso não pode existir! Sempre respondo que não concordo! Que para cada homem canalha haverá de existir 20 mulheres destinadas a dar o troco! KKKKKKKK Brincadeira! Não estou incitando as mulheres traídas ao ódio, nem a traição também, mas considero torpe a utilização do pau como arma. Calma, vou explicar!

Foto: Murilo Cardoso

Foto: Murilo Cardoso

Sim, isso é a manifestação pura e simples de que nós mulheres também somos machistas e acreditamos veementemente que o homem tem uma arma poderosíssima e que merece ser vista como prêmio: O PAU! Pensamos, o homem tem um pau e por isso sente a necessidade de utilizá-lo em demasia. Aí eu digo, a mulher tem uma boceta, tem a mesma vontade de fazer sexo, talvez tenha mais oportunidade que seu companheiro e ainda assim prefere não trair! E não trai! Onde está o erro?

Há um grande mistério no jogo do amor! E para os que pensam assim, a traição se explica por apenas uma razão: Mulheres não gostam tanto de sexo! Mulheres não PRECISAM tanto de sexo! Como assim, Bial? (Me desculpa Bial, mas lembrei de você) Ôh gente, é claro que não! O que difere a atitude de quem trai e de quem não trai é apenas o desejo de ser leal, o respeito pelo outro. Não é o prazer que justifica o erro. Não pode ser.

Foto: Anita Barreto

Foto: Anita Barreto

Concluo afirmando que as mulheres adoram o sexo tanto quanto os homens (no caso delas não serem frígidas, ok, existem homens e mulheres que não estão nem aí para transar), e que é importante não ver o órgão genital do homem como uma arma poderosa pronta para ser ativada e descarregada em qualquer um (me perdoem as múltiplas margens para interpretações que eu lhes dei agora). O homem não pode esquecer que a mulher tem a mesma capacidade, vontade, oportunidade e, acrescento habilidade, para o sexo. É orgânico, nos pertence tanto quanto pertence a vocês. O que fica no plano principal é a vontade de pensar a transa como uma possibilidade romântica de compartilhar com aquele (a) que você ama, gosta, confia ou está afim, não com todo mundo. Então, garotinho, antes de pensar que vai sair por aí comendo todo mundo enquanto a patroa dorme satisfeita e feliz, lembre que a patroa é GENTE e tem os mesmos direitos e vontades que você.

Mais amor, por favor!

Este artigo é apenas um convite bem-humorado para burilar uma discussão que é considerada inapropriada, principalmente se iniciada por uma mulher. Mas eu já a comecei e não estava querendo parar, mas como o assunto é longo, já sei que vou ter muito ainda a desembolar! Até a próxima, sexta!

Comentários

Comentários