A primeira capital do país, Salvador, completa 465 anos neste 29 de março com um festival multicultural, realizado pela prefeitura da cidade. Os shows já vêm sendo realizados desde o último dia 28 e vão até o dia 30, na praça Cairú [próxima ao Elevador Lacerda], no Dique do Tororó, onde será erguida uma estrutura flutuante, a no bairro de Cajazeiras, periferia da capital baiana.

Foto: Divulgação/PMS

Foto: Divulgação/PMS

Além do conjunto arquitetônico de Salvador, que rendeu o título de Patrimônio da Humanidade, as praias, a história, a gastronomia e as manifestações culturais compõem o ambiente receptivo da capital baiana.

Uma das cidades-sede da Copa do Mundo, Salvador recebeu R$ 13,5 milhões do Ministério do Turismo para obras da Copa do Mundo. Serão implantados 35 módulos portáteis de informações turísticas. Pontos turísticos como o Farol da Barra, a Praça Castro Alves e o Estádio Fonte Nova estão sendo adequados conforme as normas de acessibilidade. Os recursos também beneficiam obras de sinalização de atrativos na orla da Baia de Todos os Santos, nos bairros da Barra e Itapoá e no Pelourinho.

A prefeitura da cidade realizará durante a Copa um carnaval fora de época, entre os dias 14 e 15 de junho, com a participação de, no mínimo, 15 blocos. O objetivo é divulgar a folia baiana e atrair turistas para a capital durante o torneio.

Programação [ainda tem…]:

Sábado (29/3)

Apresentação do espetáculo de dança Eufhorico Esteve Aqui , às 17h Bairro da Soledade

Palco flutuante com show Cheiro de Amor e convidados, às 17h30 Dique do Tororó

Show Adão Negro/ Cascadura/ Marcelo Nova, às 18h Cajazeiras

Apresentação do espetáculo teatral – Compadre de Ogum, às 20h Igreja de Santana, no Rio Vermelho.

Domingo (30/3)

Apresentação do espetáculo circense Fome de Circo, às 16h Parque de Pituaçu

Malê Debalê/ Durval Lelys/ Bell Marques, às 17h30 Praça Cayru, Comércio

Apresentação do espetáculo teatral – Compadre de Ogum, às 20h Igreja de Santana, Rio Vermelho

*Com MTur

Comentários

Comentários