A turma dos serviços gerais da Prefeitura matava o tempo, depois do rango, em baixo de um coqueiro na orla de Ondina. À papear, jogavam um dominozinho quando três lindas negras passaram, como tops, desfilando tal beleza descomunal sobre o raso da grama aparada pelos operários…

De repente um deles comenta:

– Olha aquela morena de tatuagem, como é linda…

Faz sinal para o colega que está guardando as ferramentas mais à frente e dispara:

– Dimilson, num mexa não vú!

O tal ‘Dimilson’ rebate, com picardia típica de um bom soteropolitano:

– Num tô mexendo com a minha em casa, quem dirás…

Ilustração: Conceição da Silva/Via aldeiadamata.org/

Ilustração: Conceição da Silva/Via aldeiadamata.org/

SALVADOR, 465 anos de singularidades plurais.

O Bahia Na Lupa, nesta semana, presta uma série de homenagens à capital baiana, com fotos, crônicas, poesias, reportagens, vídeos… No sábado, 29 de março, Salvador completa mais um aniversário.   

Comentários

Comentários