Decisão

Chegou a hora da verdade. Nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, o Vitória encara o Ceará a partir das 22h, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, quando decidirá uma vaga às semifinais da Copa do Nordeste. Como na partida de ida, em Salvador, o rubro-negro apenas empatou em 1 a 1, o time do técnico Ney Franco fica agora na obrigação de vencer por qualquer resultado ou empatar por um placar a partir de 2 a 2. Já o escore de 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis. Penso que o leão tem condições de derrotar o algoz de 2013, desde que não dê os mesmos espaços observados no primeiro jogo das quartas de final e aproveite melhor as chances de gol.

ney_franco_bahianalupaTécnico Ney Franco comandou o último treino em Salvador nesta quarta-feira/Foto: EC Vitória/Divulgação

Poupado

Prevenção do comandante. Diferentemente do que ocorre sempre à véspera de jogo, Ney Franco comandou na quarta-feira (26) um coletivo-tático sem a presença do zagueiro Matheus Salustiano, um dos destaques do último Ba-Vi. Com dores no joelho, ele foi poupado por recomendação do departamento médico, mas deve atuar diante do Ceará. Já o meia Escudero, que deve parar por cerca de seis meses, foi submetido hoje a uma cirurgia de LCA (ligamento cruzado anterior) no joelho direito e tudo correu bem. O jogador permanece em repouso na clínica. A diretoria do Vitória tem interesse no experiente Hugo, que não deixou saudade na torcida do Goiás, onde atuou em 2013.

Entrosamento

Pausa para ajustar. Como o próximo jogo do Bahia será somente no dia 5 de março, contra o Galícia, a comissão técnica tricolor usará este período para intensificar as atividades, buscando um melhor condicionamento físico e entrosamento tático da equipe. Ontem, na academia do Fazendão, o volante Pittoni, o meia Wangler e o goleiro Omar treinaram com o preparador Vitor Gonçalves. Estes atletas se recuperam de um estiramento na coxa, de uma pubalgia e de dores no punho, respectivamente. Até o confronto diante do granadeiro azulino, na quarta-feira de Cinzas, o técnico Marquinhos Santos terá nove dias para ajustar o time, algo que ainda não aconteceu neste início de temporada.

Desistência

Não vem mais. Depois de já estar acertado com o meia Lincoln, que estava no Coritiba, a diretoria do Bahia desistiu da negociação, porque esperava ter o jogador por empréstimo durante este ano, contratando o atleta em 2015. Segundo o vice-presidente de Futebol do “coxa”, Paulo Thomaz de Aquino, faltava apenas os exames médicos, mas os executivos do tricolor mandaram um e-mail em cima da hora no qual pediam desculpas e anunciavam a desistência. Enquanto isso, o elenco segue sem um camisa 10 de qualidade para arrumar o meio campo e articular as jogadas de ataque – problemas que devem estar tirando o sono do técnico Marquinhos.

Mancada

Pegou mal. Em meio ao esforço de autoridades brasileiras e organizações não governamentais que buscam coibir a exploração sexual, sobretudo às vésperas de o país sediar a Copa do Mundo de futebol, a fornecedora de material esportivo Adidas lançou nos Estados Unidos uma linha de camisetas com conotação sexual em relação às mulheres, voltada ao Mundial de futebol, fato que acabou gerando a indignação de órgãos como a Embratur e direitos da mulher. A repercussão negativa fez com que a empresa anunciasse a retirada desses produtos do mercado. Uma das camisas tinha um coração amarelo que podia ser enxergado no formato de nádegas de uma mulher com um fio dental verde.

Baianinho

Vai pegar fogo. O Daniel Dalence, do blog Axé Bola, observa que a edição 2014 do Campeonato Baiano da Segunda Divisão promete ser muito boa, pois a competição (que começa em março) será disputada no sistema de pontos corridos e turno único (apenas 9 jogos). Portanto, não será mais possível que os clubes “queimem” os dois ou três primeiros jogos esperando o fim da segunda fase do Campeonato Baiano para reforçarem seus times. As equipes precisam começar já com seus elencos formados. Pleiteiam às duas vagas à elite do futebol baiano em 2015: Atlético (Alagoinhas), Colo-Colo (Ilhéus), Fluminense (Feira), Itabuna, Ypiranga (Salvador), Leônico (Salvador), Flamengo (Guanambi), Jacobina, Jequié e Ipitanga.

Pimentinha

O Ney Franco estava falando sério quando disse que gostaria de contar com Souza no Vitória?

Comentários

Comentários