Não há no mar

Mistério maior que há

Que por detrás, de lá, vem anunciar

A beleza colonial da capital

Cantada em prosa e poesia

Por poetas e homens do mar

Vendedores de fruta ou frutos do mar…

Baía de Todos os Santos, vista do Palácio Rio Branco. | Foto: Cadu Freitas/BnL

O poético pôr do sol na Baía de Todos os Santos, visto do Palácio Rio Branco, em Salvador. | Foto: Cadu Freitas/BnL

Lá em Água de Meninos ou à galinhotar

Cantadores de Iemanjá

Ou devotos da Conceição da Praia

De lados vêm, do além mar

Saudar com gracejos e encantos

A bela Baía de Todos os Santos

Ah… de todos os cantos!

Comentários

Comentários