Pela primeira vez na Bahia, uma obra de dança discutirá o Suicídio com todas as suas nuances e motivações. O espetáculo “Suicídio Anacrônico”, da Cia Cenas & Bailados, que comemora 10 anos ininterruptos dedicados à arte, irá levar ao palco um espetáculo de dança contemporânea que aposta em um tema temido pela sociedade brasileira. A inspiração para criação da montagem partiu da leitura do livro homônimo, da autora Ione Carla. “Vi que aqueles poemas tinham algo a dizer sobre o suicídio, a morte e a vida, de forma leve, poética, diferente dos que já tinha lido; E como o tema já era meu objeto de estudo, propus esta experiência a Cia, que prontamente mergulhou comigo na ideia”, contou Jean Souza, que assina as coreografias do espetáculo.

Segundo a psicóloga Ilmara Soares, uma das parceiras do projeto, a cidade de Candeias, na Bahia, possui um índice alarmante de casos de suicídio, e é considerado o maior na Região Metropolitana de Salvador. “A discussão do tema suicídio é umas formas de se promover a prevenção, pois as pessoas que recorrem a este como último recurso não querem acabar com a vida, mas acabar com a dor que sentem”, pontua a psicóloga.

Discutir um tema como este é um desafio para profissionais de todos os campos, seja no contexto da saúde pública como no contexto social. No contexto artístico, pouco se encontra sobre o tema no Brasil, e quando há reflexões, as mesmas permanecem no campo superficial. Na Bahia, não há indícios de outras Cias que tenham se debruçado sobre essa temática. Deste modo, a Cia Cenas & Bailados entra no mercado artístico como protagonista no que tange a abordagem do suicídio na dança.

O que se quer é propor mais uma forma de pensar sobre o assunto. Chegamos promovendo esse encontro entre as linguagens: a palavra, neste caso a LITERATURA (poesia) e a DANÇA. Talvez paradoxos que nos mobilizam a continuar criando, nos inquietando a trazer algo que sirva para a formação social, cultural e educacional de quem nos assiste”, declarou o coreógrafo Jean Souza. A pré-estreia do espetáculo Suicídio Anacrônico acontece neste domingo, dia 28 de maio, a partir das 18h, no Teatro Dona Canô, em Santo Amaro da Purificação. A entrada é gratuita.

A montagem do espetáculo “Suicídio Anacrônico” foi aprovada no Edital Setorial de Dança 2016 – 15/2016. O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia.

Comentários

Comentários