Se de tudo fosse tão fácil…

Foto: Jeronimo Sanz

Foto: Jeronimo Sanz

Valor de nada teria

Tem graça nisso?

A lógica explica! Freud explica?

Não se apegue a tudo

Mas ao “léu” deixe não

Solte as algemas

E viva o simples prazer de ser o que é

Dê asas as suas presas

E desiluda a desilusão

Permaneça a calmaria dos passos à todo vapor

É o tempo

Um dos deuses mais lindos

Comentários

Comentários