Com casa lotada e comemorando 25 anos de fundação, o Bando de Teatro Olodum reestreou mais uma temporada de um dos maiores sucessos do teatro baiano, a peça ” Ò pai, ó”, na terça-feira, 04 de agosto, no Vila Velha. O espetáculo, criado em 1992, deu origem a filme e série de tevê, com repercussão nacional e internacional, e está sendo apresentado pela nova geração de atores da companhia teatral, oriundos da Oficina de Performance Negra, ministrada pelos experientes atores do Bando.

Nova temporada da peça que extrapolou o palco e estrelou nas telonas e telinhas. | Foto: Heder Novaes

Nova temporada da peça que extrapolou o palco e estrelou nas telonas e telinhas. | Foto: Heder Novaes

A direção do espetáculo, que originalmente era de Márcio Meirelles, ficou a cargo da atriz Valdinea Soriano. A nova montagem também conta com a participação especial de Leno Sacramento, como ator e diretor-assistente, e Rejane Maya interpretando a divertida baiana de acarajé.

A consagrada atriz do Bando, Rejane Maya, integra o elenco.  | Foto: Heder Novaes

A consagrada atriz do Bando, Rejane Maya, integra o elenco. | Foto: Heder Novaes

Essa nova geração deu conta do recado, apesar da grande responsabilidade de encenar um espetáculo renomado. Abrilhantaram a noite de estreia, ilustrando as diferentes histórias de personagens que habitam o Centro Histórico de Salvador. Atores novos no Bando, mas com longa experiência no cenário, entre eles Elcian Gabriel, que estrelou no filme “Os Capitães de Areia”, e Sulivan Bipo, indicado como revelação no Prêmio Braskem de Teatro 2014.

Um dos novos atores, Sulivan Bispo. | Foto: Heder Novaes

Um dos novos atores, Sulivan Bispo. | Foto: Heder Novaes

O espetáculo, com texto de Meirelles e elenco do Bando, narra a vida de músicos, artistas plásticos, prostitutas, travestis, baianas de acarajé, proprietários de pequenos bares, associações comunitárias e blocos afro. Personagens da vida real que, pouco a pouco, foram expulsos do local para dar espaço a um fictício shopping turístico a céu aberto. O renomado Zebrinha assina as coreografias do espetáculo e Ridson Reis a direção musical.

Elcian Gabriel, outra revelação da nova temporada.  | Foto: Heder Novaes

Elcian Gabriel, outra revelação da nova temporada. | Foto: Heder Novaes

“Ó paí, ó” será apresentada toda terça-feira, 04, 11 e 18 de agosto, sempre às 20h. A montagem faz parte do Projeto “Terças Pretas – Tersarau do Bando”, dentro das celebrações dos 25 anos do grupo. As exibições da peça serão precedidas por uma Feira Étnica, com música, poesia, gastronomia e moda, no Cabaré dos Novos, iniciando as 17h30. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Matérias Relacionadas:

Resistência é amplificador do teatro baiano, atesta Jorge Washington, do Bando de Teatro Olodum

Comentários

Comentários