Vexame

Freguesia que segue. Talvez nem o torcedor rubro-negro mais pessimista imaginaria o fim que o Vitória teve na Copa do Nordeste. Em uma jornada desastrosa, em que praticamente nada deu certo, o leão acabou goleado pelo Ceará por 5 a 1 na quinta-feira, 27 de fevereiro, em Fortaleza, o que representou sua eliminação nas quartas de final da competição. Vale lembrar que o “vozão” já havia eliminado os baianos em 2013, com uma goleada em pleno Barradão. Agora resta ligar o sinal amarelo, arrumar a casa e entrar com uma postura diferente na fase final do Baianão e na Copa do Brasil.

Erro

Ney Franco tem culpa. Claro que os maiores culpados pela derrota vexatória de ontem são os jogadores, assim como eles também são os principais responsáveis pelas vitórias. Mas o técnico Ney Franco, do qual tenho admiração pelo trabalho, errou feio desde a escalação, quando escalou o trio de atacante Marquinhos, William Henrique e Dinei. Tudo bem que o Vitória precisava do triunfo, mas não é aumentando o número de homens de frente, simplesmente, que os gols vão sair. É preciso equilíbrio. Além disso, o time segue sem um articulador no meio campo. Contra o Ceará, a marcação deixou a desejar e a defesa falhou em demasia.

Batente

Não tem Carnaval. Eliminado precocemente da Copa do Nordeste e sem atuações convincentes no Baianão, o Bahia decidiu aproveitar o feriadão da folia momesca para aprimorar a parte física dos jogadores e entrosar melhor o time. Ontem, após dedicar a manhã à parte tática, o elenco tricolor focou o lado físico. Sob comando do preparador Fabiano Rosenau, que chegou ao clube nesta semana, os atletas participaram de um trabalho de força e arranque com cintas elásticas. Na quarta-feira de Cinzas, o adversário será o Galícia no estádio de Pituaçu.

Novela

Um novo capítulo sobre Lincoln. Primeiro foi divulgado o interesse do Bahia pelo meia, que está no Coritiba. As negociações avançaram e quando tudo estava praticamente acertado, a diretoria tricolor anunciou a desistência do negócio, porque preferia tê-lo por empréstimo neste ano e contratá-lo somente em 2015. Contudo, chega de Curitiba a informação de que o jogador não foi relacionado para a partida do coxa contra o Operário, na quinta-feira. De acordo com a assessoria do atleta, ele estaria acertando os últimos detalhes para, enfim, desembarcar em Salvador nos próximos dias.

Batucada

Já ouviu falar em batuque-treino? O técnico do time sub-16 do Galícia, Jair Conceição, inovou nos treinos na meninada, onde os atletas realizam treinos com instrumentos de percussão. “No batuque-treino realizamos movimentos táticos e técnicos com os instrumentos de percussão (timbau, surdo, caixa). Ficamos horas batendo bola e fazendo muito som, foi uma experiência muito boa”, afirmou o treinador ao site oficial do granadeiro azulino. Em uma semana de Carnaval, como esta, a novidade ao menos ameniza a vontade dos jovens atletas de estarem nos circuitos da festa. Resta esperar os resultados nos jogos.

Pimentinha

Vitória e Bahia não irão rever o planejamento de suas contratações?

Comentários

Comentários