É mentira! Essa história de que o homem “entra na TPM” junto com a mulher é pura balela.

Não ficamos sensíveis a tudo que nos cerca, inflamados à demasia, ríspidos e tendo ataques de pelanca com tudo – de seres inanimados, cachorro de estimação ou gente mesmo -, porque nos dias terríveis que a mulher entra no ciclo menstrual, nós também entramos por tabela. Se é que essa história seja real mesmo. Acho ser uma parada psicologicamente combinada entre elas, numa espécie de pacto por transmimento de pensassão global!

TPM masculina? Nada disso.

De modo algum! Imagine só? Nós homens, de T-P-M? Balela! Nunca, jamais!

O que ocorre, caros terapeutas de botequim, é que o sensor de abstinência sexual do homem apita ao primeiro sinal da vermelhidão da parceira, que se avizinha. Gera, logo, essa enormidade de aflição e chateamento incontrolável, que se assemelha a essa entidade do mal chamada de TPM feminina! Entendeu?

É uma espécie de TPDSS: Tensão Pré-Dias Sem Sexo!

Imagem: Reprodução/Web

Imagem: Reprodução/Web

Explicado.

Então, mulherada, quando seu namorido, esposo, amante ou seja lá o que for, estiver com “os mesmos sintomas” os quais vocês sentem quando entram “naqueles dias”, a resposta é esta: o cara está com TPDSS!

O lado bom dessa nossa entidade, é que ela vem isenta de cólicas e sangramentos. E, no nosso caso, não queremos ‘matar’ a parceira! Não depositamos todo ódio do mundo na nossa mulher! Não. Nada disso. Só queremos que esse jejum passe logo.

Máximo, máximo que pode ocorrer, a depender do período da abstinência, é uma poluçãozinha noturna. Nada mais.

Comentários

Comentários