Municípios do interior baiano estão celebrando a Semana Santa com eventos tradicionais que atraem visitantes. Serrinha, Monte Santo e Nazaré abrigam algumas das principais manifestações religiosas e culturais durante o feriado católico. O turismo baseado em experiências religiosas tem ganhado projeção na Bahia e no Brasil. De acordo com o Departamento de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo, em 2014, cerca de 17,7 milhões de brasileiros viajaram pelo país, motivados pela fé.

Foto: Rita Barreto

Foto: Rita Barreto

Em Serrinha, a 182 quilômetros de Salvador, a Procissão do Fogaréu atraiu milhares de visitantes que enfeitaram as principais ruas do município com luzes de velas acesas em um verdadeiro ato de fé e devoção. A celebração, que marca o ponto alto da Semana Santa, foi realizada na noite da Quinta-feira Santa, 24 de março, na Colina da Santa, onde fica a imagem de Nossa Senhora Santana, padroeira da cidade.

A programação, realizada até domingo (27), também conta com missas, vigília e celebrações na Catedral. Destaque para a Via Sacra realizada na Sexta-feira da Paixão (25), às 6h, com saída da Catedral.

Monte Santo

A cidade de Monte Santo reúne devotos de diversas partes da Bahia para celebrar a Semana Santa. Na quarta-feira (23) realizou a Via Sacra, com saída da Capela Senhor dos Passos e passagem pelas principais ruas da cidade, retornando para a Igreja Matriz. Já na quinta (24), ocorreu a celebração do Lava-pés, na Igreja Matriz.

Foto: Rita Barreto

Foto: Rita Barreto

Os devotos reúniram-se neste sábado (26), às 4h30, para a tradicional subida ao Monte, onde a Irmandade do Santíssimo Sacramento da Santa Cruz conduziu a caminhada segurando uma cruz e imagens dos santos católicos, ao som de cânticos. Depois, o público seguiu para a Igreja Matriz do município localizado a 360 quilômetros da capital baiana, onde foi realizada o momento de adoração. A programação reserva ainda, às 17h, a celebração do Senhor Morto e procissão.

No domingo (27), acontece, às 21h, a Celebração do Fogo, em frente à Igreja Matriz, seguida de Missa da Ressurreição e procissão.

Caxixis

Com o tema ‘Heranças do Barro’, a tradicional Feira de Caxixis começou na quinta (24) até domingo (27), no município de Nazaré, a 239 quilômetros de Salvador. Realizada há mais de três séculos, a feira de artesanato, que reúne história, arte e tradição em um só lugar, atrai baianos e turistas, movimentando o Recôncavo Baiano.

Foto: Rita Barreto

Foto: Rita Barreto

Peças como caxixis, moringas, potes, cofres em forma de porquinhos, jarras, purrões e outras variedades, que são produzidas pelos oleiros do distrito de Maragogipinho, em Aratuípe, fazem parte da exposição.

Comentários

Comentários