A água arrepiada pelo vento
A água e seu cochicho
A água e seu rugido
A água e seu silêncio…

Foto: Renan Xavier

Foto: Renan Xavier

Cachoeirinha, lago, onda, gota
Chuva miúda, fonte, neve, mar
A vida que me é dada, eu e água

Foto: Renan Xavier

Foto: Renan Xavier

A água me contou muitos segredos
Guardou os meus segredos
Refez os meus desenhos
Trouxe e levou meus medos…

Foto: Renan Xavier

Foto: Renan Xavier

A água lava as mazelas do mundo
E lava a minha alma, lava minha alma…

Foto: Renan Xavier

Foto: Renan Xavier

Diz a lenda que antes de serem embarcados nos navios negreiros, os escravizados africanos, sob chibatadas eram obrigados a dar dezenas de voltas em torno de um imenso baobá, enquanto depositam suas crenças, suas origens, seu território enfim sua essência, para em seguida serem batizados com uma identidade cristã-ocidental e enviados para o cativeiro. Por isso o baobá passou a ser chamado de árvore do esquecimento, pois os escravos teriam deixando ali toda sua memória (sabedoria).

 

 

 

 

 

Comentários

Comentários