Professor de Filosofia e especialista em Filosofia Contemporânea, Renan Xavier nasceu em Salvador e tem uma estreita relação com a poesia. Através dela, cria imagens diferenciadas do cotidiano, trazendo novas cores e novos ângulos. Atendendo a um desejo antigo que vinha relegando, passou a criar essas imagens de forma mais direta, através da fotografia. Foi assim que começou a construir “fotopoesias”. Nesta segunda-feira, 03 de março, ele estreia a nova coluna do Bahia na Lupa: Fotopoesias.

“A fotografia redefine e eterniza momentos, revelando a beleza de inúmeras cenas vivenciadas rotineiramente por cada um de nós, cuja beleza, riqueza, cores e sensações se perdem no olhar costumás”, afirma.

Embora pareça lugar-comum falar em “olhar diferenciado”, essa é, de fato, a melhor característica da fotografia de Xavier: “Reembelesar o que está desgastado pela pecha de comum”.

Comentários

Comentários