O Encontro de Interação em Dança (EIDAN), que está na sua quarta edição, movimentou o cenário cultural de Alagoinhas, e provocou intercâmbio entre artistas de toda região baiana, na semana passada. O Encontro, que já passou esse ano por Salvador e Valença, atingiu recorde de público com os alagoinhenses. As oficinas programadas para receber cerca de 30 pessoas, cada, foram readaptadas para um público entre 60 e 70 pessoas.

Felipe Monte Verde, oficineiro do EIDAN, em seu solo. | Foto: Divulgação

Felipe Monte Verde, oficineiro do EIDAN, em seu solo. | Foto: Divulgação

 

Grupos de Candeias, Salvador, Valença e Lauro de Freitas participaram do EIDAN juntamente aos artistas de Alagoinhas. Foram cerca de 26 grupos participantes nas mostras artísticas e um público de 600 pessoas por noite. O Centro Cultural de Alagoinhas esteve completamente lotado nos dois dias do evento, o que despertou a atenção e burburinho em toda comunidade.

Fama Pura Essência no palco do Eidan Alagoinhas | Foto: Divulgação

Fama Pura Essência no palco do Eidan Alagoinhas | Foto: Divulgação

Além da organização excelente do evento, que ofereceu atividades de formação, qualificação e espaços para trocas de experiências, o EIDAN também garantiu uma equipe de profissionais bastante requisitados e estimados na área, a exemplo das professoras doutoras da UFBA, Gilsamara Moura e Rita Aquino, e a equipe de oficineiros: Vinicius Nascimento (Pop Dance Heels / Stiletto), Simone Gonçalves (Hip Hop), Felipe Monte Verte (Jazz Dance) e Luciana Costa (vertentes do Swing Baiano).

Comentários

Comentários