O Balé Teatro Castro Alves (BTCA) recebe nesta sexta-feira (2) o Grupo de Valsa Recomeçar, formado por mais de 40 jovens do bairro Beiru/Tancredo Neves, em Salvador. Trata-se do evento ‘Dancidade Vivências Artíticas’, uma parceria com o Dancidade, selo criado pela Da Rin Produções Culturais com o professor Warney Junior – um dos pioneiros da dança de salão em Salvador -, para a realização de projetos que promovam a dança na Bahia.  As atividades ocorrem na sala de seus ensaios, no Piso C, Ala A do TCA, no Campo Grande, das 13h30 as 17h30, com uma vivência entre os dois grupos, além de bate papo e dinâmica.

Foto: Maurício Serra

Foto: Maurício Serra

O Recomeçar foi fundado em março 2015, por Maiane de Matos e Rafael Santos, com apenas seis jovens que possuíam experiência no mundo da valsa. Hoje, como mais de 40 integrantes, o grupo busca sempre a originalidade e também trabalha com outros estilos como o balé clássico, a dança moderna e contemporânea. Atualmente, o grupo tem Marcus Vinícius como presidente e Robert Pedro como coreógrafo.

Fundado em 1981, o BTCA, que celebra 35 anos de fundação em 2016, é a primeira companhia de dança oficial do Norte-Nordeste. Sua prestigiada trajetória abrange mais de 70 coreografias e uma carreira internacional de sucesso. Tem atualmente o dançarino, coreógrafo, produtor e professor Antrifo Sanches como diretor artístico, sendo mantido pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult), por meio da Fundação Cultural (Funceb). Junto com a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) é um dos corpos artísticos do Teatro Castro Alves (TCA).

Comentários

Comentários