A frutose nada mais é do que o açúcar das frutas e está associada a fitonutrientes,  o que torna a fruta  um alimento saudável. Não tem nada demais com isso. No entanto, quando modificada em produtos industrializados como sucos de caixinha, geléias, iogurtes, dentre outros doces, a frutose é associada à glicose, aumentando o depósito de gordura no fígado, o que pode contribuir para o desenvolvimento de gordura no fígado (esteatose hepática) e alterações nas suas enzimas.

Foto: Aitor Méndez

Foto: Aitor Méndez

Nos rótulos de produtos direcionados as crianças, a “frutose ruim” é denominada de xarope de milho, sacarose ou xarope de frutose. Por isso, devemos ficar de olho na alimentação das crianças e optar pela própria fruta ou versões de iogurtes infantis sem açúcar, já encontrados com facilidade em alguns supermercados e casas de produtos naturais.

Comentários

Comentários