Promissor destino turístico para os pesquisadores e amantes do cangaço,  um famtour pelos Cânions do São Francisco reserva uma visita ao Museu Casa de Maria Bonita e à casa de Dona Generosa, onde aconteciam os famosos bailes perfumados atraindo os cangaceiros, inclusive o temido Lampião.

Projeto Viaje Por Um Mundo Chamado Bahia tem como objetivo vender os destinos turísticos dentro do próprio estado. | Foto: Asfabe

Projeto Viaje Por Um Mundo Chamado Bahia tem como objetivo vender os destinos turísticos dentro do próprio estado. | Foto: Asfabe

Entre os pontos turísticos, é possível fazer um passeio de catamarã pelo Parque Ecoturístico Rio do Sal, onde se descortinam as mais belas paisagens do cânion de Paulo Afonso. E pela trilha ecológica da Serra do Umbuzeiro, o ponto mais alto de Paulo Afonso, onde se encontram vegetação típica, a caatinga, e fenomenais formações rochosas, além de mais de cem sítios arqueológicos.

O lugar é tão propício queoperadores e agentes de viagens de várias zonas turísticas participam da segunda edição do projeto Viaje Por Um Mundo Chamado Bahia, de 26 a 30 de março, no local. Realizado pela Secretaria do Turismo e Bahiatursa, com o apoio do Sindicato das Empresas de Turismo do Estado da Bahia (Sindetur) e prefeituras do interior, o objetivo do projeto é incrementar o crescimento e o desenvolvimento do mercado turístico regional.

A ideia é estimular o fluxo turístico no próprio estado, com base em pesquisa realizada pela Setur, que aponta que 52% do público que frequenta os atrativos da Bahia são baianos.  O projeto possibilita o intercâmbio entre profissionais das mais diferentes zonas turísticas, que vão conhecer a cultura, a gastronomia e os atrativos e vender seus destinos. Região rica em recursos hídricos, paredões de rocha e cachoeiras, os Cânions do São Francisco oferecem um roteiro inesquecível para os mais diferentes perfis de visitantes, do ecoturista ao turista de aventura, a partir de Paulo Afonso.

Os participantes do Famtour chegam ao município, situado a 480 quilômetros de Salvador e um dos principais portões de entrada para a região dos Lagos e Cânions do São Francisco, na quarta-feira (26) à noite, e logo no dia seguinte entram em uma rodada de negócios integrando-se ao segmento turístico local. Em Paulo Afonso estarão presentes operadores e agentes de viagens da Costa do Cacau, Caminhos do Sudoeste, Vale do São Francisco, Caminhos do Oeste, Chapada Diamantina, Caminhos do Sertão e Baía de Todos-os-Santos.

O Parque Ecoturístico Rio do Sal foi onde se descortinam as mais belas paisagens do cânion de Paulo Afonso. | Foto: Bahiatursa

O Parque Ecoturístico Rio do Sal foi onde se descortinam as mais belas paisagens do cânion de Paulo Afonso. | Foto: Bahiatursa

O projeto

“O projeto Viaje por um Mundo Chamado Bahia teve uma primeira edição no ano passado, na Costa do Cacau, que foi muito bem avaliada”, afirma o presidente da Bahiatursa, Fernando Ferrero. Ele destaca que é importante promover o  turismo do estado nacional e internacionalmente, mas lembra que “existe um público consumidor na Bahia que pode garantir o fluxo pelas diversas zonas do estado o ano inteiro; nada mais natural, portanto, que os destinos sejam vendidos no próprio estado, no sentido de superar  o que todo mundo chama de baixa estação”, completa.

“Diante do crescimento do padrão de consumo da classe C, é importante que a gente coloque no horizonte dessas pessoas a perspectiva de viajar pelo estado”, afirma Weslen Moreira, diretor de Serviços Turísticos da Bahiatursa: “Nós queremos que esse público passe a  conhecer a Bahia como um todo. Não apenas os destinos já consolidados, como Praia do Forte, Porto Seguro, Morro de São Paulo. É importante  que a gente apresente os outros olhares sobre esses outros produtos”.

O Canyon do Rio São Francisco é formado por um vale profundo, escavado na rocha. | Foto: Bahiatursa

O Canyon do Rio São Francisco é formado por um vale profundo, escavado na rocha. | Foto: Bahiatursa

O roteiro

Logo após a rodada de negócios, que acontece no auditório do Hotel Belvedere, os participantes do famtour visitam a Chesf (Companhia Hidroelétrica do São Francisco), um dos maiores parques energéticos da América Latina, onde passa o famoso Rio São Francisco, mais conhecido como “Velho Chico”. E conhecem o processo de geração de energia, subestações elevadas e uma das maiores cavernas do mundo.

A cidade de Paulo Afonso conta com mais um atrativo turístico e mais uma opção de lazer. Desfrute das mais belas paisagens do Canyon do Rio São Francisco a bordo do Catamarã Raso da Catarina. O passeio tem aproximadamente 3 horas de duração sendo 1 (uma) hora para banho.

O Canyon do Rio São Francisco é formado por um vale profundo, escavado na rocha. As encostas apresentam-se com diversas formas de relevo formadas pela ação erosiva da água e dos ventos. Dos 65 quilômetros do cânion, que começa em Paulo Afonso e vai até a Barragem de Xingo, 17 quilômetros de cânion natural com paredões de granito com mais de 110 metros de altura, estão no município de Paulo Afonso. O Canyon também pode ser apreciado de inúmeros locais com destaque para a vista a partir da Ponte Metálica que liga os Estados da Bahia e Alagoas na BR-110.

*Com informações da Secretaria de Turismo da Bahia e Prefeitura de Paulo Afonso

*Com informações da Secretaria de Turismo da Bahia

Comentários

Comentários