Candeias sediou o bate-papo “Suicídio e a sua abordagem na Dança”, no dia 24 de março, na Sala de Ensaios da Cia Cenas & Bailados, na cidade de Candeias. Na oportunidade, a psicóloga Ilmara Soares, com larga experiência social no município, falou sobre o conceito de Suicídio, suas causas e respondeu questionamentos da plateia acerca das estatísticas. Ilmara sinalizou sobre os índices de Suicídio em Candeias serem alarmantes, considerado o maior na Região Metropolitana de Salvador. Questionada pela plateia sobre como podemos colaborar para a diminuição desses números, ela ponderou: “É preciso observar o cotidiano e difundir o respeito ao outro e a importância do afeto na vida das pessoas”.

A mediação do bate-papo foi do coreógrafo Jean Souza, que aproveitou a noite para demonstrar uma pílula do espetáculo com cerca de 15 minutos para os presentes. Em cena: Arieli Batista, Natália Sá, Robson Ribeiro, Sauane Costa e Sauara Santos. Todos são bailarinos em formação no curso Técnico em Dança pela Funceb.

Estiveram presentes também, Jacson Espírito Santo, diretor da Escola de Dança e Coordenador de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia e a escritora Ione Carla, autora do livro “Suicídio Anacrônico”, obra que inspirou a montagem do espetáculo. A noite foi regada de intervenções interessantes, e por este motivo extrapolou o horário previsto para término, o que atesta que a conversa foi bastante proveitosa.

A ação integra a programação do projeto de Montagem do espetáculo “Suicídio Anacrônico”, aprovado no Edital Setorial de Dança 2016 – 15/2016. O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural e Secretaria de Cultura da Bahia.

 

Na foto, as convidadas da noite Ione Carla e Ilmara Soares e o mediador e coreógrafo Jean Souza. | Foto: Shai Andrade

Comentários

Comentários