A possível convivência com o Semiárido

Hoje longe, muitas léguas/Numa triste solidão/Espero a chuva cair de novo/Pra mim voltar pro meu Sertão. É no embalo nostálgico de Asa Branca, um dos maiores clássicos da Música Popular Brasileira, que a agricultora familiar Maria Silva de Jesus começa mais um dia de trabalho na fazenda Lagoa de Fora, comunidade de Canto, em Serrinha (BA), no Sertão baiano. Mas se esse verdadeiro hino do povo sertanejo composto por Luiz Gonzaga parece cada vez mais atual, levando-se em conta a estiagem que castiga o Nordeste (a mais severa dos últimos 50 anos), também é verdade que muitas famílias não...

Read More