Autor: Fabi Ferreira

Pé na Estrada: Aimoré Aimoreré

Sim, eu tenho um paraíso mais que particular! Banhado de axé, o vento de Odoyá sopra por lá. E o amor transborda com fervor! Quem nunca viveu um caso de amor em Moreré, pelo menos sentiu o tesão próprio daquela praia de águas cristalinas! Minha primeira ida para me hospedar em Moreré foi especialmente brilhante. Réveillon 2011/2012, o chalé das sete mulheres divertidas e cheias de vontade de curtir um fim de ano daqueeeeles, que a gente nunca esquece. E, de fato, nunca esqueci. Ir a Moreré é vivenciar paixões avassaladoras, é ter encontros de almas e aproveitar momentos...

Read More

É doce, cigano!

Dignificada ausência intacta Eu percebo em palavras Sensações porosas e intactas Impacto  miocárdico    Pelo relógio Conto o ponteiro Tarda, tarde, cedo    Moléculas estremecidas A cada sensação sentida Futuro é o agora Futuramente quente, quentinho    Tudo baseado, meu Oxossi Pela água espelhada eu te vejo Ardentemente perverso Lindeza, presteza, adocicado    És tu Eictha,...

Read More

Pirenópolis: Banho de cachú e boas energias

Tá com dor de amor? Vá viajar! Viajar tem o poder de transformação, calmaria, fuga, solução. É um remédio que realmente funciona, vá por mim! Eu embarquei para Pirenópolis–GO e não me arrependi.  Oh cidade graciosa, de pessoas queridas e receptivas. Caminhar pelas ruas de Pire é respirar história e se encantar com a beleza das casas antigas, dos restaurantes a luz de velas. Sim, ela é super romântica – curar dor de amor numa cidade cheia de romantismo parece não combinar, mas pra mim super funcionou. Em cada mergulho nas cachús você deixa lá pensamentos e sentimentos indesejáveis....

Read More

O eu ser

 Sei de tudo que me embaraça Transpasso cada passo do anoitecer Anoitece, a noite, amanheço Ta dando pra reparar Repara, para, pá De mim, sou amor Uma águia me avisou: o ar é um aviso Dos frutos que vem, chegou! A escolha divindade do meu ser Luzidade,...

Read More

Nada caí do céu, corra atrás do seu

Entra ano, saí ano e os pedidos e apelos frente ao mar são sempre os mesmos: quero ganhar na mega sena, quero ficar rico, quero um novo emprego, quero fazer a viagem dos sonhos, quero saúde, quero o mundo só pra mim. Passado o dia 1º os outros 364 dias voam e você não alcançou nada, não conquistou porra nenhuma. Tu tomaste um caminho completamente oposto ao que desejavas. Bateu a depressão, o mundo é uma merda, não consigo nada, só o vizinho que viaja pra fora do país menos eu e blá, blá, blá!!! Agora preste bem atenção...

Read More

Publicidade