Autor: Carlos Eduardo Freitas

Caso Rio dos Macacos: quilombolas denunciam nova coerção

Bahia, novembro de 2012, mês da Consciência Negra… O que seria um momento de exaltação da luta do povo negro, por mais igualdade no Brasil, em um “grotão social”, na comunidade quilombola Rio dos Macacos, situado na Região Metropolitana de Salvador, a coisa é bem diferente. Na semana do Dia Nacional da Consciência Negra e um dia após o enfático discurso da presidenta Dilma Rousseff enaltecendo o povo quilombola, durante a cerimônia de lançamento de um pacote de ações do Programa Brasil Quilombola, estes quilombolas, manhã desta quinta-feira, 22 de novembro, receberam a “visita” nada cortês de uma tropa da Marinha, acompanhada de agentes da Polícia Federal. O pós-lançamento de ações do Programa Brasil Quilombola, ocorrido em Brasília na quarta-feira (21), foi fatídico, na Bahia, para os moradores da comunidade que vive um conflito cinquentenário com a força armada que comanda a Base Naval de Aratu. “Eles invadiram os quintais de nossas casas, nesta manhã, tirando foto e filmando tudo. Disseram que estamos proibidos até de limpar o fundo do quintal, fazer horta e arrumar os barracos”, expressou, com pedido de ajuda, a moradora Rosemeire dos Santos. “Só não filmaram uma senhora quilombola passando mal”! Rosemeire, uma das vozes de resistência do Rio dosMacacos à ação judicial movida pela Marinha pela reintegração de posse das terras onde moram mais de 40 famílias, alertou que os moradores estão com receio de sair do local, para trabalhar, pois os militares teriam reforçado a guarnição nos arredores do quilombo. Dilma, ontem, alertou em seu discurso de...

Read More

Caso Rio dos Macacos: Direitos Humanos denuncia abuso

As condições humilhantes de moradia, lágrimas nos olhos de idosos e crianças e os relatos comoventes dos moradores da comunidade quilombola Rio do Macaco, sobre os possíveis abusos feitos por militares da Marinha do Brasil, chocaram a comitiva da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, que visitou o local nesta segunda-feira, 04 de junho. O presidente do colegiado, deputado federal Domingos Dutra (PT/MA), chegou a exclamar que o que se constatava ali era “um crime contra a humanidade”. “Vamos pegar toda essa documentação [dossiê apresentado pelos quilombolas e Defensorias Públicas, do Estado e da União] e se a gente tiver que mandar para a Comissão de Direitos...

Read More

Publicidade