Dia Internacional do Orgulho LGBT! Isto mesmo, a data é comemorada nesta terça-feira, 28 de junho. A homenagem é um tributo à pluralidade, diversidade e, acima de tudo, ao direito à livre orientação sexual. É oportunidade também para ser cultivado o respeito nas nossas relações diárias, atitudes que podem gerar uma sociedade livre da homofobia, lesbofobia e transfobia. Aliás, esses são os principais fatores que orientaram a Organização das Nações Unidas a criarem a data.

Andrey Lemos, presidente da União LGBT, afirma que o atual Congresso Nacional caminha para o recrudescimento de uma postura que limita o debate sobre os direitos humanos e sobre a ampliação das possibilidades de novos núcleos familiares. Segundo ele, não é papel do Estado definir, por meio da lei, o que a instituição familiar: “Família é resultado de um vínculo afetivo, que pode ser entra a mãe e um filho, entre a vó e um neto, entre dois irmãos, entre primos, entre amigos, pessoas que se encontrem nas suas afinidades e que possam construir um lar a partir do afeto, a partir do companheirismo, a partir do cuidado um para o outro”.

*EBC/Editado por Cadu Freitas-BnL

Comentários

Comentários