Era uma noite de céu estrelado e lua graúda na antiga Bom Conselho, hoje Cícero Dantas, no sertão alto da Bahia. A jovem Alice, sentada na varanda de casa, com a sobrinha de colo a brincar, começou a avistar de longe uma visagem esquisita.

No primeiro olhar parecia-lhe uma porca gorda, depois, um cachorro… A garota aprumou as vistas e a tal coisa já lhe parecia um jumento…

Ela se arrepiava e tentava fixar o olhar naquela criatura que se aproximava e cada vez parecia algo diferente. Quando de repente o bicho pulou em sua direção tentando abocanhar a criancinha de colo!

A lenda correu o lugarejo, território onde passou Lampião e seu bando e o religioso Antônio Conselheiro. | Imagem: Reprodução/Web

A lenda correu o lugarejo, território onde passou Lampião e seu bando e o religioso Antônio Conselheiro. | Imagem: Reprodução/Web

– Acode, tia Generosa, acooooode!!!

Num instinto de sobrevivência, a jovem arremessou a bebê pra dentro de casa e gritou apavorada.

Os tios da moça correram armados com vassoura e espingarda para ajudar Alice naquela peleja com a tal assombração.

Dizem que foi o Berrador, lenda que circula a região. À boca miúda, falam que era uma potestade assombrosa que vivia no lugarejo, próximo a um enorme e antigo carvalho. O monstro parecia com um jumento, mas andava de duas pernas, como humanos, e possuía garras afiadíssimas.

Comentários

Comentários