Arnô faria aniversário naquela semana. Meio ensimesmado, afinal o tempo estava passando rápido.

Foto: Luciano Meirelles

Foto: Luciano Meirelles

No bar, entre um Chopp e outro com o amigo Benito, de longas datas, Arnô comenta:

– Cara, tô ficando velho.

– Fará quantos anos, Arnô?

– A idade de Cristo!

– Dois mil e quarenta e oito anos?!?

– Não, idiota, 33!

Comentários

Comentários